Presença inexplicável de Orientes familiares, sons e odores de terras onde nunca fomos, saudades feitas de loiça colorida

.

Mos LP


Não é necessária ciência alguma nem histórias complicadas com letras e datas. Não é preciso explicarem nada.
(Os sábios só estorvam com seus livros pesados bem escondidos debaixo do braço e suas palavras lentas como lajes de sepulturas…).
De onde conhecemos estas coisas é daqui de dentro, da lembrança de tardes paradas na memória ou do ramo de flores secas esperando sem tempo naquela jarra tão familiar.

col. JML

Vai passarinho vai, leva esta carta à minha namorada! Corre cachorrinho corre, vê se trazes novidades boas do meu amigo!
Oh, quem me dera poder subir às torres altas do castelinho que repousa naquela nuvem e espreitar dali as vivas cores dos dias de nunca mais!
Desenhadas a azul e branco são como capelas de sonho no cimo dos montes claros.
Pintados de cores diversas são como mesas postas em toalhas de alvo linho.

01-a-Belm-Quit 2 p

esta peça foi executada pelo meu amigo Senhor Belmiro Quitério

De onde conhecemos perfeitamente tudo isto? Eu sei lá…
Em que praças ou em que ruas teremos cruzado os homens que descobriram, as mãos que fizeram, os poetas que desvendaram? Vá lá saber-se…
Talvez tenha sido tão-somente como diz aquela arrebatadora canção de Vitorino:

“…nas ondas do mar
do mundo inteiro
terras da perdição parco império mil almas
por pau da canela e Mazagão.
Pata de negreiro
tira e foge à morte
que a sorte é de quem a terra amou
e no peito guardou
cheiro da mata eterna
laranja, Luanda sempre em flor…”

Este texto foi publicado na Revista de Informação do SBC, de Julho/Agosto de 2008

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s