Os três irmãos de regresso

A unidade no seio da minha família era muito assinalável, como refiro noutros pontos. Sebastião e os seus quatro irmãos e suas duas irmãs, sempre se estimaram e ajudaram entre si. Os três que se encontram presentes nestas fotografias tiveram a particularidade de viver nos Estados Unidos, em Providence, tendo definido a mesma estratégia de regresso a Portugal. E o meu avô, que fora o primeiro a ir para a América foi também quem os ajudou a regressar.

A Relva, de onde eram originários, e as terras circum-vizinhas eram julgadas menos interessantes que Cernache do Bonjardim, terra bem mais arejada e com melhores recursos de vária ordem, nomeadamente escola e colégio de ensino secundário para as filhas, o que era uma raridade naquele tempo.

Foi uma antiga família de abastadíssimos emigrantes no Brasil, para quem minha avó Maria da Silva trabalhara como cozinheira antes de ir para a América, que veio a vender as propriedades que os três irmãos ali compraram como futura residência de suas famílias e como meio de vida pelo exercício da agricultura.
A Quinta da Salgada comprada por meu avô era aquela que se encontrava mais aproximada do centro da localidade por exigência da minha avó Maria, que deixara os Estados Unidos com grande contrariedade. Sebastião teve, aliás, que renunciar à compra de uma propriedade muito maior, mas mais afastada, por esse exacto motivo.
O Vale Ferraz foi por si adquirido para o meu tio Guilherme e a maior de todas, o Molhapão − quase um latifúndio − mas mais afastado de Cernache do Bonjardim, para seu irmão Isidro.

64 p

A fotografia acima mostra os mesmos três irmãos Isidro, Sebastião e Guilherme (Guilhermino) um quarto de século mais tarde, pouco tempo antes de eu nascer, em 1942.
A diferença de vistas é evidente, contrastando de forma total com as delicadas poses de estúdio na Westminter Street de Providence.
Foi tirada com aquilo que se chamava ao tempo um “Kodak”, na Quinta da Salgada. Atrás deles a casota dum cão, que foi mudando de inquilino segundo as épocas, e onde terá habitado um tal “rocky-point”!…
Á esquerda encontrava-se o conjunto das casotas para galinhas, patos, coelhos e outros bichos de utilidade doméstica e a árvore que cresce por detrás do meu tio Guilherme (com as calças impecavelmente vincadas como era seu timbre!…) tornou-se minha conhecida e apreciada durante anos: era a cerejeira mais prodigiosa, com as cerejas maiores e mais saborosas que tenho na lembrança, seja isso realidade ou apenas suposição idealizada pelo passar do tempo.
Meu tio Isidro, à esquerda, segura no braço (e do mesmo lado que um outro com que se fotografara em 1912…) um chapéu de chuva, em dia aparentemente soalheiro. O seu rosto está um pouco desfocado e o sorriso que ostenta tem um ar distante e impreciso. Será o primeiro dos três irmãos a partir deste mundo, o que sucederá pouco tempo depois de ter sido meu padrinho de baptismo.

Meu avô, entretanto, com o respeito que lhe granjeara ter regressado da América proprietário de porte mediano e de muita consideração pessoal e familiar, fora nomeado Regedor da Freguesia, cargo que tomou muito a peito com enorme e abnegado sentido de serviço.
Nunca fora um político nem nisso se tornou, durante ou depois da nomeação, em aspecto nenhum do termo.
Guilhermino, por seu turno e pelas mesmas razões, tornou-se presidente da Junta de Freguesia de Cernache do Bonjardim.
Naquele tempo e sob o regime da época estes cargos eram de nomeação oficial, pelo que não me lembro de ter ouvido falar de eleições ou campanhas para esses cargos. Tenho em meu poder documentos que dão posse ao meu avô em dois dos seus “mandatos” (houve mais) e lembro-me de o ver exercer certas funções inerentes, mas nada de especial importância e de nenhum proveito pessoal, antes pelo contrário, que bem se queixava minha avó do trabalho que isso dava a Sebastião.

65 p

 

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s