Grafite e acrílico s/ tela

Este heterónimo corresponde a uma das minhas atitudes predilectas, por vários motivos. Resulta inicialmente de uma técnica e de uma tecnologia convergentes, ou seja, a forma de executar está intimamente ligada aos meios utilizados, não podendo existir se eles não fossem o que são, desde o suporte (integralmente produzido oficinalmente) até ao domínio das técnicas de registo, que são do mais elementar (simples?…) que pode imaginar-se: o velho “lápis de pau” dos nossos bancos da escola, com algum pequeno preciosismo da escolha adequada da dureza e das características da grafite propriamente dita…

170 Era Met B peq

Este é um dos exemplares da primeira vaga de trabalhos a grafite e acrílico s/ tela s/ platex; “Nesta Era Metálica dos Bárbaros” Dezembro de 1993, 80 x 64 cm.

00168 peq 3

Este trabalho é de uma série produzida alguns anos depois sob o título genérico de “Floresta com Espelho”, caracterizada por uma complexidade de planos abertos em “janelas” (ou “espelhos”) interpenetrados em ambiguidades construtivas (“perspetivas múltiplas”) que lhe davam a possibilidade de serem entendidos (ou “vistos”) de diversas maneiras diferentes.

131 LED peq

.

Este trabalho, que teria 70 x 90 cm (“Les Épaves Dorées”), representa aqui uma série de certa forma longa de trabalhos que tornavam mais complexa a fórmula dos que reproduzem em primeiro lugar, isto é, acrescentando diversidades cromáticas e perspetivas de estilo cenográfico.

124 Apenas peq

“Apenas te digo o oiro de uma palavra” grafite e acrílico s/ tela 82 x 61 cm, 1998.

.104 As Claras peq

“As Claras Cidades do Sul”, 80 x 60,7 cm, de 1978 reafirmam a simplicidade técnica dos primeiros trabalhos da série, não utilizando como elemento expressivo mais do que as esplêndidas possibilidades da grafite e da variedade de densidades que possibilita alcançar.
Com o seu monocromatismo apenas, consegue simular a opulência expressiva de uma “pintura a cores”, tal é o encanto dos seus meios tons em articulação com esta multiplicidade de formas “arquitetónicas”, umas sugerindo edificações propriamente ditas outras esquematizando seres do mundo vegetal e animal.

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s